Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

É TUDO COM G.


Gastronomia, Gula, Gourmet, Gourmand, Glutão, Goela, Gola, Garganta, Gulodice. Já contei que dos sete pecados capitais tenho a GULA como o meu, por assim dizer, predileto. Prefereria a luxúria, mas como não é bem assim que as coisas funcionam em nosso psiquismo, tenho que me "conformar" com ela: a gula. A comida sempre esteve no centro da vida humana. Na Idade da Pedra, os homens caçavam animais e convidavam os amigos para compartilhar a comida. Hoje não caçamos mais, mas continuamos a compartilhar, degustar as delícias da magia gastronômica com nossos amigos e familiares. Além disso, de caçadores nos transformamos em caça - fomos capturados nas armadilhas da boa mesa. Segundo São Tomás de Aquino "A gula se refere a paixões e à falta de temperança e moderação." Para a Psicanálise, os excessos, de um modo geral, têm a ver com o gozo. Por mais consciência que a pessoa tenha do seu pecado (sintoma), ela não sabe por que o comete. Ou seja, o sujeito sabe que faz, mas não sabe e não entende o porquê. A pulsão na gula é oral. A pessoa come para se ver livre da angústia. A origem da palavra gula vem do latim "gul", que significa parte da boca na qual se engole. Gola, goela, garganta, gulodice são todas derivadas. E gourmet e gourmand? No pequeno Dicionário da Gula, Márcia Algranti ensina: "Gourmet - indivíduo que aprecia e conhece iguarias finas. Ser gourmet é uma vocação, uma arte cultivada de comer e beber bem. Trata-se de um caso evidente de paixão pela culinária, pelos vinhos, pelos pães, doces, etc. Gourmand - indivíduo que é dado a comidas apetitosas. Indivíduo guloso." Então descubro, finalmente, o que sempre esteve encoberto: sou gourmet e gourmand! Se sou gulosa, como a autora define meu pecado que nomeia seu Dicionário? "Gula - excesso de comida e de bebida. Apego excessivo a boas iguarias. Embora considerada um dos sete pecados capitais, a gula em fase moderada, entretanto, talvez seja a expressão que melhor corresponda à significativa gourmandise (gulodice) francesa." Então meu São Tomás  como a moderação existe... posso continuar a pecar? E se eu lhe contar que há um provérbio japonês que diz "A felicidade raramente tem ligação com estômago vazio", posso ser feliz? Ou ainda confessar que, dos outros seis, não sou apaixonada e tenho muito temperança para com eles. Fico assim, meu São Tomás, absolvida e ganho, eternamente, o reino das boas mesas? 

4 comentários:

  1. Salve!
    Muito obrigada pela visita e por seu comentário. Hoje a conexão está dando uma colher de chá, , estou conseguindo abrir alguns blogs menos carregado e deixar o meu profundo agradecimento - é muito bom poder contar com você. Divulgar esse imenso país com suas belezas naturais e multiplicidades culturais é a minha verdadeira intenção, afinal ninguém pode amar aquilo que não conhece, não é verdade ? Eu me apaixonei pelo Brasil aos 12 anos de idade quando li Ariano Suassuna em "O Auto da Compadecida" - Chicó foi o meu primeiro amor..Penso que falta ao povo brasileiro é esse sentimento de pertencimento, de vontade de preservar o seu espaço lutando por um mundo cada vez melhor. Vemos tantas coisas na TV, escandalos de dinheiro em cueca, em bolsas, em malas e até na meia. Se essa raça de políticos amassem o Brasil e seu povo, isso não aconteceria. Com certeza que não. Porque eles só estão pensando neles próprios, dane-se quem vem atrás : farinha pouca, meu pirão primeiro, é o pensamento de quem não tem esse sentimento de pertencimento por uma nação tão linda, tão especial. Sim, porque aqui ainda é o melhor lugar para se morar. Por isso faço questão de divulgar a nossa cultura, o nosso povo, quem sabe um dia a ficha cai...
    Eu até já andei conhecendo alguns blogs iguais aos meus, a cópia é tão grande que até o layout e o corpo de letras são iguais - assim ninguém merece...
    Que a Paz e o Bem estejam sempre com você e mais uma vez muito obrigada pelo seu carinho para com o meu trabalho.
    Um grande abraço,
    Silvana Nunes.'.
    Saudações Florestais !

    ResponderExcluir
  2. Silvana
    Não esquenta não, moça!!! Tem espaço prá todo mundo...e como já escrevi o sol nasceu prá toooodos e a lua prá consegue chegar lá!rsrs
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  3. Amei ... bem explicadinho, senti-me ao seu lado falando com suavidade. A gula ou como falam aqui "Bom de boca" é algo que precisamos controlar, porém a gula é perdoada quando temos um amigo por perto saboreando uma boa conversa e um bom papo.

    "

    ResponderExcluir
  4. Mariza
    É isso aí...Nada melhor do que compartilharmos com pessoas queridas esse delicioso pecado...Fica tudo mais leve rsrsrs!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget