Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 25 de maio de 2010

FESTA EM NOME DA PAZ


Adoro festas de rua. Sem cerimônia, todos "iguais" nos quesitos alegria, liberdade e quase tudo pode! Nesse último domingo participei com meus amigos, da 19a Festa de Rua, na Praça Estado de Israel onde se comemorou os 62 anos de independência desse país. O que me encanta, sempre, nessas festas é poder ouvir as músicas, ver as danças, degustar as comidas típicas de um local que não conhecemos ou se já, matarmos um pouco as saudades dos cheiros que exalam através de cada uma dessas manifestações artísticas. Fui com um grupo de amigos. Inesperadamente fomos abordados por um jornalista e fotógrafo do maior jornal local: o ESTADO DE MINAS. A festa estava cheia de autoridades (Governador do Estado, Prefeito de BH, Deputados, etc, estamos em ano de eleições por aqui!) e após responder à pergunta do jornalista e posar para uma foto junto aos amigos, nem imaginamos que sairíamos na reportagem. Não somos políticos, nem celebridades rsrs. Pois não é que, para nosso espanto, saimos ontem no jornal?  Coloco aí embaixo o link da reportagem, mas a nossa foto, no link, não vi não, só no jornal. Porém, minha declaração lá está. Nesse próximo final de semana vamos à Festa de Rua da Itália, delícia compartilhada com os amigos, entre um copo de vinho, uma massa, músicas românticas e claro a tarantella. Quando julho chegar tem a Festa de Rua da França, em comemoração à Queda Da Bastilha, e novamente lá estaremos. Fico pensando, como seria ótimo, se tivéssemos festas assim de todos os países do mundo... Confraternizando, conhecendo e minimizando  as diferenças, desfazendo preconceitos e vivendo todos em PAZ. Como dizem em hebraico: SHALOM!

15 comentários:

  1. Fiquei também com vontade, que todas as comunidades de tantos países, espalhados por esse mundo fora fizessem o mesmo. Seria uma forma deles próprios se sentirem, por um dia que fosse, mais próximo das suas origens e, ainda, de dar a conhecer aos outros um pouco mais das suas culturas tão distintas por vezes da nossa. Um grande abraço e divirta-se.

    ResponderExcluir
  2. Por curiosidade: festeja-se também o dia de Portugal ? ... ou esse é todos os dias ? :)))
    Curioso que em Portugal não se festejam dias de outros países. Só o de Portugal a 10 de Junho que de certo modo engloba o Brasil, porque é dia de Camões e das Comunidades (neste caso a língua).
    Beijos, Rê.
    .

    ResponderExcluir
  3. Sem dúvida uma iniciactiva fabulosa,estamos cá para isso ,para confertenizar e distribuir-mos amor e amizade.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Regina amei teu post sobre a Fesna na Rua!!!! Aliás adorei todos os post´s... ontem acordei abri o jornal e te vi lá!!! bjo

    ResponderExcluir
  5. Miguelito, duplo anjo, amado!
    O objetivo é esse mesmo: conhecer, provar, descortinar um mundo (países e suas culturas, tradições) que nem sempre e a grande maioria não terá oportunidade de conhecer, visitar.
    Beijuuss n.c.

    Rui, amado!
    Aqui em Beagá não tem o dia de Portugal (festa de rua) não... uma pena. E por aí é só ter a iniciativa, junto às embaixadas e/ou consulados dos países que vai ser sucesso mais que garantido! A festa italiana, por exemplo, começou há poucos anos... essa deve ser sua terceira edição.
    Beijuuss n.c.

    Manuel, amado!
    Já imaginou uma da Bélgica???? Iria adorar... Pois ainda não conheço e nunca provei nenhuma comida típica, além de outras coisas (só lendo e vendo).
    Beijuuss n.c.

    Iara, eterna diretora, amada NOSSA!
    Que honra "tu" aqui no nosso Divã... e comentando tchê rsrs Vou correndo contar prá "Preta", da visita chic que recebi! AMEIIII!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  6. Chérie, falando em festas, como são as Juninas aí por BH e adjacências?
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Ei, Rê querida, estou aqui em BH de passagem, muito rapidamente pro meu gosto, mas ainda deu um tempinho de passar por aqui. Não li tudo que você publicou desde que fui pro sítio, farei isso quando vier na próxima semana.
    Muito bacana essa Festa, com F maiúsculo! Estamos mesmo precisando confraternizar, mesclar culturas, enxergar o outro como igual, e não como diferente, buscar os pontos de convergência. Que pena, não vou poder ir à da Itália, já pensou eu lá cantando, gesticulando, comendo? Amei as fotos!!! Ficamos muito lindas, tal foi a alegria do encontro. Adorei sua msg de aniversário e ligarei quando vier, para continuar o tricô. Beijos saudosos, lindinha do meu coração! Shalom para todos nós!

    ResponderExcluir
  8. Eu de novo: adorei a nova foto! Mais bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá,Rê!
    Pena não poder estar lá, adoro festas!
    Fizemos uma post pra você e seu blog, é de coração e espero que gostes! Entrará no blog amanhã (26/05).
    Bjs!
    P.S: adorei o post que termina com a música da Ana Carolina, gostamos desta cantora, até fizemos um post "mudando um pouco" a letra duma música dela ("Postando com Letra Alheia II").
    Mais bjs, kkk!
    Rike.

    ResponderExcluir
  10. Que grande ideia essa!! quem me dera que também existisse por aqui!!Adoro festa, adoro conhecer novas culturas (daí o gosto da voagem) e adoro comer coisas diferentes..alias o próximo jantar de divas tem por tema África..alguma sugestão de receita?:)


    Ahh, e para quando a festa de Portugal? que tal um bacalhau com natas...comi ontem um deliciosoooo

    vou já ver o link!bj

    ResponderExcluir
  11. Olá querida e amada Rê:
    Confraternização e a possibilidade de conhecer as diferenças que nos podem prestar formas de melhor entender a cultura e hábitos diferenciados.
    Sendo uma Festa de rua, imagino o ambiente e a riqueza de conhecer os costumes, provar a gastronomia tudo isso e música e os cantares que pouco ou nada conheço.
    Feliz por ti que podes em boa companhia apreciar esse tesouro.
    Beijo e Kandandos a atravessar tanto mar.

    ResponderExcluir
  12. Ângela, amada!
    Estou te aguardando para dar-lhe um ABRAÇO bem apertadim... Que bom que gostou das fotos (nem sei se retratou o que ocorreu em minha alma e no coração... impossível, né?) e da minha, "nova" rsrs, aqui no blog! Uma pena messssmo que não estará na da Itália...ainda mais vc! Traga do sítio aquela energia que nos alimenta aqui nessa cidade de fazer "malucos"rsrs
    Beijuuusss n.c.

    Rike, mininu, amado!
    Vou já já lá ver... Fui e já voltei... Isso não vale, mininu lindu, tô emocionada dimaiiiisss e claro, um carinho desses, vou ter que trazer pro nosso DIVÃ! Desse jeitim cê(s) mata nóis du coração, sô!!! OBRIAGADA, Brigadim messsssmo du fundim du meu coração molenga.
    Beijuuss nocê(s)

    Isabel, diva, amada!
    Pode parar!!!! Já, agora! Isso não vale... Jantar africano? UAU... Bacalhau com natas? Ai que sôdade daí, e de tooooodos os bacalhaus que comi... Coloca mais um prato na mesa que tô chegando rsrsrs
    Beijuuss n.c.

    Kimbanda, amado!
    Como já disse, essas festas de rua são tudodebom.com.br rsrs Prefiro mil vezes, do que aquelas com "pompa e circunstância" em salões de festa! E como escreveu foi e é um tesouro messsmo.
    Beijuuss n.c. do lado de cá do Atlântico

    ResponderExcluir
  13. JC, de casa, amado!
    Elas estão chegando e temos muiiiitas... me deu uma ótima idéia e se der vou escrever, ok?
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  14. Por aqui, a mesma data é comemorada com um festival de filmes. Nada mais... No máximo, o povo se senta num café (lugar comum) e fica fumando e tomando café... e só. Os filmes, às vezes, são interessantes. No ano que vem vou querer ir a esta festa, adoro a cozinha kosher!
    Um ano antes de vir pra cá fui à festa da Itália, na frente do sonculado: uma delícia. Se já estiver aí na altura da festa da França... quem sabe?!
    beijinho

    PS: adorei a sua "participação" no EM, chique demais...!

    ResponderExcluir
  15. Zé, amado!
    Vou fazer questão de ir com vc, Ângela e cia.ltda...é, realmente, muiiiito bacana e nem percebemos as horas passarem... E a da França, já fica pré agendada (ano passado não teve e o consulado não deu maiores explicações...foi a primeira vez que não ocorreu). Ui, já tô inté imaginando o tricô.... Amanhã, a tchurma tooooda tá indo na italiana...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget