Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 31 de maio de 2010

SER...SENDO...SEREMOS...SER/ENOS

"Há momentos em que se sente liberado de seus próprios limites e imperfeições humanas.
Nesses instantes a gente se sente num pequeno canto, de um pequeno planeta, com o olhar fixo e maravilhado na beleza fria mas contudo profunda e emocionante do que é eterno e incompreensível.
A vida e a morte se fundem e não há nem evolução ou destino, apenas o SER". (Albert Einstein)
Cheguei mais tarde que o habitual. Na grande sala já havia pessoas aguardando. Richard estava sentado, quieto e entretido no seu canto de trabalho. Jogava no computador “paciência”. Estranhei. Diferente daquele homem que, em todos esses anos, é um anfitrião que recebe, a cada um, com abraços abertos e coração com coração, como sempre diz. Fui até ele, cumprimentei, e mal desgrudando os olhos do PC, respondeu que estava muito gripado. Estranhei. Fui para nossa sala de trabalho que além de já estar toda preparada para a noite que nos aguardava, estava lá D.Maria – aniversariante da semana - Godoy, Márcia Abobrinha. Recebo a notícia que Anderson também viria. Ao vivo e a cores? Pergunto estranhando... Logo se juntam a nós Marcos e Syl e novamente a notícia é dada. No silêncio das orações preparatórias já lhe agradeço por aceitar meu chamado. A noite foi transcorrendo numa calma, concentração, harmonia, energia e paz diferente. Estranhei. Enquanto estava sendo auxiliada por quatro mãos abençoadas (Márcia e Marcos: OBRIAGADA) ouço uma voz, inconfundível, distante. Aos poucos ela vai invadindo todo o meu ser. Dentro da sala ele chegou e num abraço, sem igual, acolheu minhas lágrimas de tamanha comoção. Ficamos assim, abraçados, ligados, conectados. Acalentou minha alma, aninhou meu coração e sussurrou palavras de amor incondicional em meus ouvidos. Não estranhei! O ambiente foi sendo invadido por suas orações. Ao som delas todos os seres de LUZ dançavam ao nosso redor. As cores variadas, brilhantes e intensas iluminavam para muito além daquela pequenina sala. Essa última quinta-feira foi “estranhamente” mágica. AMO/AMAMOS você: Anderson! Que suas asas continuem a auxiliá-lo em seus vôos e em suas missões.

10 comentários:

  1. regina, o amor une e aquece.
    Que alegria compartilhar o seu momento de sentir o valor de se ter emoção.
    viver é isso, partilhar e sentir as asas de alguns anjos bem próximos de nós. abençoados, anjos disfarçados de humanos.
    Bjus, abraços.

    ResponderExcluir
  2. "A amizade supõe a confiança, união de pensamentos e esperança ..."

    Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Regina, passei por aqui através do Ricardo de "Viver é Pura Magia" e para além de ter gostado bastante do seu blog que vou passar a seguir, queria agradecer as palavras amáveis que me dirigiu a propósito do meu texto no blog dele - Pontos Protagonistas. Beijos do lado de cá do Atlântico.

    ResponderExcluir
  4. Que experiência maravilhosa e iluminada! Você está em um momento bastante particular de conexão. Aproveite! Muito! Beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  5. Nossa querida que viagem linda ao mundo das fantasias reais...
    Que encontro maravilhoso cheio de sentimentos e introspecção. Amei...Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  6. Mariza, amada!
    Quanto tempo né? Que bom que, mesmo tendo CRESCIDO rapidim, não se esqueceu de mim. Fiquei feliiiizzz dimaiiiisss com sua visita!
    Beijuuss n.c.

    Manuel, poeta, amado!
    Amizade, irmandade assim não tenho palavras para exprimir... fico sempre na tentativa.
    Beijuuss n.c.

    Alfa, seja muito bem-vinda! Ainda mais de onde veio... Ricarrrrdo, amado NOSSO. Tem que agradecer nada não, o que escrevo, onde quer que seja, é sempre o que sinto. Volta sempre, viu? E vou lá, com vagar, conhecê-la mais e mais.
    Beijuuss n.c.

    Ângela, amada!
    Você não crê rsrs como foi essa noite... MAGICAMENTE ILUMINADA!!!!!
    Beijuuss n.c.

    Sandra, moça linda de viverrr, amada!
    Como disse foi INACREDITAVELMENTE REAL... Só lastimo não ter o seu dom de poetisa maravilhosa para descrever momentos DIVINOS assim...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  7. amor é lindo, mas a amizade não fica atrás!é tão bom partilhar momentos e emoções!
    sem amigos, a vida seria definitivamente bem mais triste!

    ResponderExcluir
  8. Isabel, diva, amada!
    Sem verdadeiros e sempre presentes (da maneira que for)amigos, não saberia viver nauuuuummmm. Agradeço, todos os dias, por esses seres que me "aguentam" a taaaannnntos anos rsrs.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  9. Eu sei que vc ainda faz parte da tchurma "iniciante" rsrs. Preocupa nauuuummmm, agora além de Ângela, Zé, vc vai ter euzinha prá trocar idéias no seus ouvidos rsrs
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget