Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 20 de maio de 2010

VAZIO AGUDO



                   "vazio agudo
                                             ando meio
                    cheio(a) de tudo"  (Paulo Leminski)

Também tenho esse direito, ou não? Deve passar... Enquanto isso não acontece, é no meu/nosso Divã que uso e abuso para esse saco, agudo, esvaziar. Como já me disse uma amiga: "se num guenta, prá quê que inventa"?

8 comentários:

  1. Tudo tem hora. Numa hora vem e na outra vai.
    Não adianta ficar cismando por nada disso.

    ResponderExcluir
  2. Luis,amado!
    OK, ok... Não vou ficar cismada com nada, pode deixar.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  3. Ó mi9nha querida Rê !...
    Por aí também ?
    Por cá o saco de tão cheio, está quase a rebentar.
    Beijão
    .

    ResponderExcluir
  4. Os factos são como os sacos; quando vazios não se têm de pé ...

    Berijo.

    ResponderExcluir
  5. Acho que isto é viral, rsrsrs, também passei um tempo assim. Mas tem mais é que esvaziar o saco mesmo, caso contrário vira um fardo e quem vai carregar?

    Beijos mas não coloca no saco.

    Renata

    ResponderExcluir
  6. Rui, amado!
    Deixa o saco arrebentar, explodir e desaparecer com tudo que estava enchendo-o... Eu TÔDENTRO dessa.
    Beijuuss n.c.

    Manuel, poeta, amado!
    Numa única frase dá conta, como sempre, do todo.
    Beijuuss n.c.

    Renata, amada!
    Tô esvaziando ele... e nauuuummm quero "passar" essa virose prá ninguém rsrs. Beijos, genuínos, jamais vão pro saco!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  7. Saco cheio é o mal do século na/da modernidade!
    Buá!

    ResponderExcluir
  8. O Doutor falou e eu assino embaixo e triplico o BUÁ, BUÁ, BUÁ...
    Beijuuss, Zé amado, n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget