Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 13 de maio de 2010

NOSSO ESTRANHO AMOR


Para ilustrar o post de ontem "Caê na veia" para todos os ciumentos do planeta. "Lutemos mas só pelo direito ao nosso estranho amor"...



Nosso Estranho Amor

(Caetano Veloso)


Não quero sugar todo seu leite
Nem quero você enfeite do meu ser
Apenas te peço que respeite
O meu louco querer
Não importa com quem você se deite
Que você se deleite seja com quem for
Apenas te peço que aceite
O meu estranho amor

Ah! Mainha deixa o ciúme chegar
Deixa o ciúme passar e sigamos juntos
Ah! Neguinha deixa eu gostar de você
Prá lá do meu coração não me diga
Nunca não

Teu corpo combina com meu jeito
Nós dois fomos feitos muito pra nós dois
Não valem dramáticos efeitos
Mas o que está depois

Não vamos fuçar nossos defeitos
Cravar sobre o peito as unhas do rancor
Lutemos mas só pelo direito
Ao nosso estranho amor

12 comentários:

  1. As mulheres detestam um ciumento que não é amado, mas ficam furiosas se o homem que amam não for ciumento .Vá-se lá entender este mulherio...

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Olá RÊ!

    É quase como uma prece, esta declaração de amor enjeitado - e escrito como uma enorme sensibilidade!

    Beijnhos.
    vitor

    ResponderExcluir
  3. Aaaaaamo essa canção! Muito linda mesmo e verdadeiríssima. Ciúme do bom! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, Rê.

    Ai, ai... ciúmes coisa boa quando pequena, quando cresce fica chato, destrói o amor e ainda assim tem quem goste... ai, ai sei bem quando esse bicho vira monstro, como sei... todavia estranho esse meu amor, por quem mesmo?

    Renata
    não sou ciumenta(só um pouco) queria ser para entender.

    ResponderExcluir
  5. c`est jalousie et amour ?

    ResponderExcluir
  6. Manuel, amado!
    Ninguém consegue entender messsmo nauuuummm rsrs Até meu "pobre" amado Freud não fez essa questão - "O que quer uma mulher"? - e morreu sem conseguir responder... Que dirá nós mesmas e vocês... homens! rsrs
    Beijuuss n.c.

    Vitor, amado!
    Caetano é Caê... escreve leve, entende da alma feminina como alguns outros poucos. Talvez pq ele sempre deixou seu lado feminino aparecer e acontecer!
    Beijuuss n.c.

    Ângela, amada!
    Ciúme do bom é raridade...quiném procurar e achar agulha no palheiro rsrs. Agora convenhamos, CAÊ é tudodebom.com.br!
    Beijuuss n.c.

    Renatinha, amada!
    Só um pouco??? rsrs Tem problema nauuuummm... Como respondi ontem... é tal da medida certa, que precisamos acertar. Já imaginou se tivéssemos uma receita quiném de um bolo? Até nisso "erramos", muitas vezes, a tal medida certa! Ainda bem, penso eu, que prá essas coisas da VIDA, emoções, afetos, não tem receita pronta. Não teria nenhuma graça e eu estaria "desempregada" rsrs
    Beijuuss n.c.

    Anônimo
    Je ne peux répondre rsrs Quem sabe quando vc quiser se identificar!

    ResponderExcluir
  7. Amoooooooo essa música.
    Tá intensa, romântica, né moça?
    Isso é bom.
    Olha, reclamou pq eu fui embora só um pouquinho, mas vc ainda nao foi lá me dar as boas vindas de volta.
    Beijocas.
    Boa sexta feira.

    ResponderExcluir
  8. Pétala, amada!
    Já fui lá e já voltei aqui...olha bem que horas são???? Romântica sempre...desde que me "entendo" por gente rsrs... intensa em tudo na minha vida, desde que me des/entendi!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  9. Amada e querida, Rê:

    ..."Estranho amor..." | Amor é isso, não é para entender. E ciume é bem querência desde que não seja fixação e doentio.
    Linda essa canção e eu cresci com Caetano, faz parte de todo um percurso, cada música dele me remete a uma época.
    Bj. e Kandandos a atravessar tanto mar

    ResponderExcluir
  10. Kimbanda, amado!
    É verdade... as coisas que passam pelo coração naummmm são prá se entender e sim sentir! Que bom saber que Caetano faz parte da sua história... ele é B-Á-R-B-A-R-O messsmo!
    Beijuuss n.c. do lado de cá do Atlântico

    ResponderExcluir
  11. O que é que eu posso dizer?
    Um POETA!
    Nada mais!
    beijinho

    ResponderExcluir
  12. Falou e tá mais que bem dito!
    Beijuuss, Zé, n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget