Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 9 de maio de 2010

FICO ASSIM SEM VOCÊ, MÃE!


Ano passado ainda não tinha dois meses de sua partida. Estava tudo tão confuso, dolorido, estranho. A ausência gritava silenciosamente. Hoje, um ano depois e na manhã seguinte ao casamento do seu neto, estou aqui, novamente, mas de um jeito novo! De forma real vi suas lágrimas escorrendo, pela face, ao ver Gustavo, entrando de mãos dadas com sua filha Janete.  Escutei a sua emoção, ao ouvir a voz do outro neto, Guilherme, cantando as orações e você sussurrando nos meus ouvidos: "que voz... que voz abençoada". Você dançando na festa e todos cumprimentando a vovó orgulhosa. Você inchada com a beleza das filhas : "não sei qual está mais linda"? As asas abertas de galinha protetora, jamais super, sobre toda a ninhada e querendo tirar mais e mais fotos - "ficam prá posteridade" -em todas as máquinas oficiais e oficiosas.   Vi ainda - pensa que não? -  você tentando disfarçar e enxugar os salgadinhos no guardanapo de papel, por acreditar que assim ficam menos gordurosos e não lhe fariam mal, já que os médicos já a haviam proibido de comê-los: “Deixa eles prá lá, eu sei o que tô fazendo”. Provando todos os docinhos e guardando alguns... Alguns não! Muitos, na bolsa, para comer hoje - “Gosto de saborear depois, no dia seguinte”. Catando as flores da decoração - "vão pró lixo mesmo"- para enfeitar sua casa! Ah mãe, como é possível tê-la assim tão presente? Chego a sentir seu perfume... Não aquele que usava e encomendava à filha que estivesse indo para o exterior. O perfume do seu amor, carinho, sabedoria sem medida e nas horas mais incertas, broncas, puxões de orelha, gritos e pitos, risadas, levantar de ombros de quem não estava nem aí, quando alguma das filhas dizia: Mãããeee pelo amor de D’US, não faz isso!
Saudades das flores que você enviava e chegava, bem cedinho, para perfumar e alegrar essa manhã de domingo. Ah mãe, que sabor indescritível é te ter assim... Agarrada em mim para todo o sempre. Mas o lírio que você "me obrigou" a pegar na saída - da mesa do cafezinho - exala seu perfume, suavemente. E antes que me esqueça - mesmo sabendo que você me diria: "são todos os dias filha, isso é puro comércio" – FELIZ DIA DAS MÃES! AMO VOCÊ!!!




FICO ASSIM SEM VOCÊ (Adriana Calcanhoto)

Avião sem asa, fogueira sem brasa

Sou eu assim sem você
Futebol sem bola,
Piu-Piu sem Frajola
Sou eu assim sem você

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
vão poder falar por mim

Amor sem beijinho
Buchecha sem Claudinho
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço,
Namoro sem amasso
Sou eu assim sem você

Tô louco pra te ver chegar
Tô louco pra te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas
Pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo

Por quê? Por quê?

Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você
Carro sem estrada
Queijo sem goiabada
Sou eu assim sem você

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
vão poder falar por mim

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo (2X)
Eu conto as horas pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo

Por quê?

18 comentários:

  1. Minha Querida
    Linda esta homenagem a uma Mãe que está sempre presente ( eu não sei como é que elas fazem...penso que ganham asas...com a minha é a mesma coisa...) Tão linda e comovente com uma lágrima escorrendo por aqui abaixo...
    Para ti, Mãe também, um Dia Feliz.
    beijo
    Graça

    ResponderExcluir
  2. Para si e para todas as mães do muno um xicoração.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Queridaaaa Regina, amada do meu coração!
    Desculpa se não tenho estado aqui...
    eu até leio e entro nos blogs,
    mas só faço o essencial, pois a coluna dói ainda, se fico muito tempo no notebook.
    mas...o meu carinho é ENORME por vc!
    Feliz Dia das Mães.
    Abençoada seja sua mãe pois te colocou aqui nesta dimensão, junto a nós!
    Beijos n'alma!

    ResponderExcluir
  4. Entende porque fico longe às vezes? Venho no blog dos amigos e meu coração nao aguenta de emoção como que lê.

    Regina, que texto mais lindo!

    Sua mãe deve ter sido uma mulher incrível...

    Beijos, querida...e feliz dia, que de fato são todos os dias.

    ResponderExcluir
  5. Olá querida Rê
    Lindo este diálogo com tua mãe ! ... e daqui por muitos anos vai continuar a repeti-lo igualzinho !...
    MÃE é a coisa mais extraordinária que a "vida" nos dá e curiosamente ela nos dá a vida !
    Ela dá-nos a "vida" e a "vida" dá-nos a MÃE !
    Beijão

    ResponderExcluir
  6. A MÃE, e as manas Raquel e Rê: Três Senhoras, três almas grandes e generosas.
    Porque sei bem o que ainda hoje é falar com a minha onde ela estiver e, ficar de bem comigo, sinto um pouco o que estará vivendo. Mãe é anjo na terra e no além. Não há nome que mais se pronuncie ou nos venha ao pensamento. Nas horas felizes, pela falta que nos faz partilhar e nas menos boas para nos ouvir e aconselhar.
    E como esse teu coração bondoso é tão sensível imagino o que terá sido para ti fazeres esta publicação.
    Daqui, do outro lado do oceano, gostava que te chegasse, um kandando especial com muito carinho.

    ResponderExcluir
  7. Olá RÊ!

    Linda evocação, esta que faz da sua mãe, numa mistura de ternura, carinho... e muita saudade, passando o filme dos afectos e das muitas histórias que conservou, bem protegidas com amor, na sua memória. Amor de mãe é único, e, de todos, certamente o maior!

    Um beijinho especial, e um abraço amigo!
    Vitor

    ResponderExcluir
  8. Está tudo dito e muito bem, portanto é só para deixar
    Um grande beijinho

    ResponderExcluir
  9. Que linda foto! Uma imagem de amor e companheirismo. Que boas lembranças!... Quando eles, os nossos queridos, se vão, como dizia a minha mãe, "pra outra galáxia...", essas lembranças re-alimentam o amor que não morre nunca.Vivam todas as mães do mundo! E as nossas saudades...

    ResponderExcluir
  10. feliz dia das MADRES PRA VC !!

    ResponderExcluir
  11. Que linda homenagem amiga!!!!

    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  12. Vi tantas homenagens - as fiz também - todas lindas pq feitas com o coração, a sua me tocou, profundamente, talvez pela leveza da tua saudade, certamente pela moldura que pôs nesse amor, e pq mostra a marcha da vida, o apego apenas ao amor...LINDO DE VIVER!!!

    De onde ela te vê, te cuida, serena e amorosamente...Boa semana, cheia de momentos perfeitos, querida.

    ResponderExcluir
  13. Meus amados: Graça, Manuel, Izabel, Pétala Rosadinha, Rui, Kimbanda, Vitor, Isa, Ângela, Anônimo, Thais, Denise... OBRIAGADA pelo carinho, amizade, amor e palavras aqui deixadas!!! AMO VOCÊS MESSSSMO!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  14. Belíssima homenagem!
    A letra da música disse tudo! E a foto é lindíssima!
    beijinho

    ResponderExcluir
  15. Zé, amado!
    Brigadim... quando sai da alma, cheia de saudade, fica assim: simples.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  16. Bela homenagem a sua. Deu-me uma enorme vontade de abraçar a minha mãe e dizer-lhe quanto a amo. Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Miguelito, meu duplo anjo, amado!
    Se vc ainda a tem aí, em "carne e osso" vai lá, vai... Abraça, aperta, dá um cheiro e diz sim, diz prá ela que vc a A-M-A DE V-I-V-E-R!!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  18. Minhas palavras serão poucas por tamanha homenagem.
    Mas de uma coisa eu não tenho dúvidas vc é uma pessoa especial,e eu me emocionei pq me fez lembrar como era maravilhoso estar junto da minha,snif... meus parabéns pessoa de alma singela.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget