Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sábado, 23 de janeiro de 2010

ERÓTICO E BELO


Em um momento de descontração, o grande poeta Carlos Drummond de Andrade escreveu:
"Satânico é meu pensamento a teu respeito, e ardente é o meu desejo de apertar-te em minha mão, numa sede de vingança incontestável pelo que me fizeste ontem.
A noite era quente e calma, e eu estava em minha cama, quando, sorrateiramente, te aproximaste. Encostaste o teu corpo sem roupa no meu corpo nu, sem o mínimo pudor! Percebendo minha aparente indiferença,aconchegaste-te a mim e mordeste-me sem escrúpulos. Até nos mais íntimos lugares. Eu adormeci.
Hoje quando acordei, procurei-te numa ânsia ardente, mas em vão.
Deixaste em meu corpo e no lençol provas irrefutáveis do que entre nós ocorreu durante a noite.
Esta noite recolho-me mais cedo, para na mesma cama, te esperar. Quando chegares, quero te agarrar com avidez e força. Quero te apertar com todas as forças de minhas mãos. Só descansarei quando vir sair o sangue quente do seu corpo.
Só assim, livrar-me-ei de ti, pernilongo Filho da Puta!!!!

Pensou que fosse o quê???? rsrsrs Essa é para animar o sábado!

6 comentários:

  1. E animou. Lol,LOl,Lol
    Dá mesmo para manter o suspense até ao fim ! :))
    .

    ResponderExcluir
  2. Carlos Drummond de Andrade ,versus,Carlos Drummond de Andrade .

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Rui
    Fico feliz demaissss em saber que consegui!
    Beijuss n.c.

    ResponderExcluir
  4. Sabe Manuel, tenho muitos escritores, poetas prediletos... Mas Drummond é Drummond!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  5. Olá Regina!

    História a puxar para o brejeiro esta, cheia de bonitos trocadilhos, e que se lida a correr até poderia dar ideia de que o tema seria bem diferente ...
    O que um mosquito chato e de barriga vazia pode fazer pela inspiração de um escritor, numa noite mal dormida ... !!!!

    Bom domingo.
    Beijnhos.
    vitor

    ResponderExcluir
  6. Oi Vitor
    Nessa época de verão quente e abafado, com chuvas também, essa "praga" chamada pernilongo tira o sono de qualquer um! Mas só mesmo Drummond para criar algo assim.
    Beijuuss n.c. e um ótimo domingo para vc tb!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget