Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

SAUDADES NÃO TEM HORA MARCADA


Tudo para você passaria... Nunca deu muita importância para as queixas. As do corpo lavava com água e sabão, e um chá de erva cidreira obrigava a tomar, para acalmar. Se demorava uma dor de amor passar, logo dizia que com outro alguém, de merecimento, iria sarar. Para você, tudo sempre passaria e na memória nada mais ficaria - é só querer - você insistia. Acreditei. E cheguei até sonhar que você retornaria. Dez meses se passaram e onde está, para dizer que tudo irá passar? Saudade assim, mãe, jamais passará. Amo você sempre!

10 comentários:

  1. Meu bem, cada um reage de uma forma. A minha saudade é um pouco diferente da sua. Sempre penso com alegria e agradecimento, o tanto que fui feliz e pude sugar do pouco tempo que tive com meus pais. E digo hoje pros que me amam. Se eu morrer hoje, nao precisam se lamentar. Foi bom demais. Mais que isso é exagero...rs
    bjins
    eidia
    www.oquevivipelomundo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Bom dia
    Cá estou novamente na descoberta de coisas novas e de "atitudes" sempre controversas.
    Repara:
    Temos dois filhos e eu gosto de ambos. Dou-lhes tudo o que posso e o que tenho. Preocupo-me muito a sério que vivam bem e longe dos maus amigos caminhos ou desgraças que não podemos nem sabemos evitar.
    Mas não ando sofocado com isso e sempre isso e só isso.... Fiz a minha parte! Eles que façam a sua e se derem cabeçada que aprendam com com a dor que lhes sobra.
    À vezes falamos os dois e a minha mulher diz que sou frio. Apenas respondo:
    Eles receberam tudo quanto podíamos ensinar-lhes e nada adianta passar a noite sem dormir só a pensar onde estão, onde comeram e com quem saíram. São maiores e são responsáveis.
    Ponto final.
    Já fiz o mesmo.
    O amor por alguém é bom enquanto se vive e se pode compartilhar.
    Não vejo amor de outro jeito.
    Cada dia é uma descoberta e sempre uma nova vida a dois a três ou a quatro.
    Aqui em casa somos cinco!.........
    Desculpa o tamanho do texto!

    ResponderExcluir
  3. Iêda Amada
    É verdade...cada um reage como pode e com o quê tem. Não lamento a perda e sei, ou melhor, sinto que fui privilegiada em poder conviver e aprender tanto com ela durante tantos anos...Mas que a saudade dói, ah isso dói! Dias que aperta mais e outros afrouxa... Taí uma coisa que penso que já aprendi: a aceitação da impermanência das coisas e pessoas = desapego. De vez em quando tenho que "repetir" a matéria pq tomo bomba!rsrsrs Mas vou aprendendo...cada dia um cadim mais.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  4. Minha Rainha
    Tá triste? Tá com saudades? Pois sinta tudo isso, se autorize (foi vc que nos ensinou) e se precisar ou querer colinho, venha que tô aqui prá lhe dar sempre! Sei direitinho o que é isso. Quem não sabe?
    Beijão nocê
    A.Augusto

    ResponderExcluir
  5. Olá Regina!

    Que palavras bonitas , cheias de ternura e suadade -as que sua mãe sempre empregava - que usa para a ela se dirigir. Sabe, eu acho que aquilo que ela lhe dizia, quando o dizia, era a pensar nela própria, na coragem que tinha e lhe queria transmitir.
    E penso que se ela agora a ouvir vai certamente compreender que a Regina possa, afinal, "não ser tão corajosa como ela": As mães sempre compreendem os filhos.

    Beijinhos, bom dia.
    Vitor

    ResponderExcluir
  6. Amigo Coelho
    Não tem nada que se desculpar pelo tamanho do texto, fico sempre esperando as opiniões dos amigos já tão amados. É verdade...amor é "mútuo" bom quando se pode partilhar, mas o tamanho do amor de mãe é sempre especial, incondicional e, muitas vezes, unilateral. Onde quer que estejam...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  7. A. Augusto AMIGO
    Brigadim por me lembrar que é preciso se autorizar... O que sentimos e como sentimos só pertence a nós mesmos, né? Obrigada pelo seu carinho, amizade, amor sempre! Num tô dispensando colinho de ninguém rsrsrs inda mais o seu, amado!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  8. Vitor Amado
    Penso que vc acertou em cheio! Não quero ser tão corajosa como ela o foi. Quero ser eu mesma e poder derramar minhas lágrimas de saudades. Se isso é sinal de fraqueza, grito aos quatro cantos do mundo, como uma galinha d'angola: TÔFRACA,TÔFRACA,TÔFRACA,TÔFRACA...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  9. Querida amiga,
    Estou contigo como podes ver nos meus humores, que hoje dedico a ti. Aprendi nestes dias a conversando contigo, como és completa nos teus humores também.
    És sensível, partilhas um interior lindo e muito humano com teus amigos de forma espontânea.
    Ainda bem que neste caso tão pessoal e dorido assim o fizeste, essa saudade sem medida que te trouxe uma melancolia tamanha, se houvesse maneira de a dividires comigo eu estaria pronto a vivê-la por ti. Mas sei que esse é um caminho que terás de percorrer, sentir profundamente, para conseguires amenizar e aceitar um pouco melhor.
    Sabes concerteza, porque aos poucos me vens conhecendo melhor que espreito a oportunidade de te sentir com o sorriso lindo e contagiante que vejo na tua foto, e que se fosse poeta te ofereceria o poema mais alegre para te fazer feliz.
    Quero não deixar escapar a oportunidade de te dizer, o bem que a tua amizade e companhia me têm feito naquelas alturas que embora aqui não expresse, estou em baixo.
    Obrigado por tudo o que o teu bem querer tem feito chegar à minha cubata.
    Estou contigo!
    Beijos e um kandando apertadinho até fazer xi-no-coração.

    ResponderExcluir
  10. Kimbanda Amado
    Uma das minhas recentes alegrias foi ter te encontrado nesse mundão de D'US...Já iniciei uma escrita para dizer o quanto esse carinho e amizade me faz bem. É tão curioso quanto misterioso, nos aproximarmos de pessoas através dessa telinha e como num passe de mágica, nos sentirmos tão próximas, com tantas afinidades e bem querência... Assim do nada...através das palavras... OBRIGADA. "Se fosse poeta"? É um poeta! Sempre aquece e toca meu coração com suas palavras generosas, sensíveis e amigas. Uma amizade que sinto como lhe conhecesse há anos. Recebi aqui, bem dentro de minha alma seus beijos e kandando apertadinho e envio-lhe o meu, muito amigo e sempre beijuuss no seu coração!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget