Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sábado, 5 de junho de 2010

INTERVALO

Nos concertos há sempre um intervalo. Nesses minutos estica-se as pernas, bebe-se algo, encontramos ou simplesmente vemos outras pessoas. É normalmente agradável... Nesses dias que teríamos um feriado prolongado, já estava tudo arranjado para uma pausa assim. Mas, no concerto da vida nem tudo é harmonia: pêga de surpresa e totalmente desarmonizada, senti necessidade de fazer um outro tipo de intervalo. A orquestra continuará a tocar, pois só um membro, momentaneamente, se ausentará. Afinal "Viver é afinar o instrumento".
Moro numa cidade montanhosa - era mais - e assim aprendi a subir e descer ladeiras. Não tinha escolha! Nesses altos e baixos tem que se ter "força nas canelas" e a batata da perna engrossa sem carecer de academia. A vida não é assim também? Aprendi a tomar fôlego para continuar a caminhada pois um lugar, pessoa, me aguardava... Até cair, ralar,  me esfolar e mesmo machucada, aprendi a levantar. No sobe e desce, escolhi confiar em cada passo e na acompanhada passada. Muitas vezes perdia o rumo e trajeto novo tinha que enfrentar, sem bússola ou mapa para me guiar! Mas SILÊNCIO só o meu, ouvindo as batidas ofegantes do coração. Acreditei que havia aprendido a lição desse tal de sobe e desce - fosse nas caminhadas ou do coração - mas descobri, nesses últimos dias, que vou ter que repetir muitas vezes essa danada de dolorosa! Quanta decepção e decepção é simplesmente informação clara... E bem que avisada fui: cuidado nessa(s) intensa(s) caminhada... Sou uma besta messssssssssmo!!! E como tal recolho-me na minha insignificância. Hoje e talvez nos próximos dias, até dar conta de tudo compreender, acomodar e aceitar, só tenho essa imagem como resposta a ofertar... Vou afinar meu(s) instrumento(s) nessa arte que é VIVER A VIDA!
P.S.: Mas não se esqueçam... intervalo é coisa rapidinha!     

9 comentários:

  1. Respeito seu momento....mas espero ser rapidinho mesmo!
    Bjs
    Zu

    ResponderExcluir
  2. Zu, amada!
    Vc é mesmo uma ternura... Mas não vou sair daqui nauuuummmm, até pq cada de um vocês me alimenta toooodos os dias. O concerto ainda não terminou... e prá semana que entra, já tinha preparado com carinho...ah é SURPRESA!!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  3. Olá Rê!

    Obrigado pela visita, e pelos votos deixados.
    Prometo que voltarei em breve; já "só" faltam mais duas semaninhas.Até lá, não me posso deixar cair nas malhas - apertadas - da tentação que é este mundo surreal dos blogues: custa, mas tem que ser!
    Beijinhos; tudo a correr bem consigo - obrigado.

    Um abraço amigo.
    Vitor

    ResponderExcluir
  4. Chérie, parafraseando a Zu, respeitamos o seu momento.
    Mas não demore.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. estou esperando vc. Volte breve.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  6. Fico esperando pela surpresa :D
    beijinho e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  7. Vitor, amado!
    Que bom "Rê"-vê-lo aqui... São saudades messsmo de suas histórias e claro de suas visitas. Como lhe disse, repito, estarei aguardando e queria ter essa "disciplina" sua e conseguir não cair em tentação rsrs.
    Beijuuss n.c.

    JC, de casa, amado!
    É vapt-vupt, não tá vendo rsrs Intervalo de concerto não é assim tb? Mal dá prá gente fazer um pipi (banheiro de mulher então???)... Imagina no concerto da vida? Acha que vou perder la grande finale???
    Beijuuss n.c.

    Sandra, moça linda de viverrr, amada!
    Tô aqui rsrs
    Beijuuss n.c.

    Isa, amada!
    Não crie muitas expectativas nauuuummm, depois vc se "decepciona"! Mas a única coisa que posso "garantir" é que preparei com muiiiiiito AMOR! Esse que carrego dentro de mim e não tem explicação...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  8. "Afinar" instrumentos é exercício diário e dá muito trabalho, pois a gratificação é grande e intensa!
    beijinho

    ResponderExcluir
  9. Zé, amado!
    E quando o instrumento foi quase, totalmente, "dilacerado"? Tem que se fazer trabalho de artesão primoroso...juntar pedacim por pedacim e só depois afiná-lo! Não tem jeito de comprar um novo...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget