Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

HOJE TEM MARMELADA?



Já disse que amo arte de todas as formas... Quando era criança adorava ir ao circo. Algodão doce, picadeiro, luzes e... paixão...de menina boquiaberta, diante dos malabares, bailarinas, elefantes, cachorros, equilibristas, mágicos e palhaços! Esses com suas caras pintadas, roupas extravagantes e grandes sapatos, arrancavam sem muito esforço, grandes gargalhadas de uma menina encantada e de olhos arregalados com tanta magia. Bons tempos... De uma arte simples sofisticou-se o circo, mas minha paixão continua simples... de menina, agora grande, mas sempre encantada. Hoje vou ao Cirque. Não perco um espetáculo, desde que começaram a se apresentar aqui no Brasil. Meu amor por eles começou no Canadá, quando estive por lá, e só cresceu... Prá nosso orgulho de brasileiro, a coreógrafa Débora Colker assina o novo espetáculo deles que estreou, recentemente, no Canadá: OVO. Aqui é outro: Quidam (leia abaixo a história). Hoje tem marmelada? Tem sim senhor! Vamos ao circo?

 Quidam

Um transeunte sem nome, uma figura solitária numa esquina, uma pessoa passando apressadamente. Poderia ser qualquer um. Alguém chegando, partindo, vivendo na nossa sociedade anônima. Um elemento na multidão, um entre a maioria silenciosa. Aquele dentro de nós que grita, canta e sonha. É este o Quidam que o Cirque du Soleil celebra.
Uma jovem mulher está furiosa, e viu tudo o que há para ver, e sua vida está perdendo todo o seu significado. Sua raiva está destruindo o seu pequeno mundo, e ela está no universo do Quidam. Ela se juntou a um companheiro alegre, assim como outra personagem, mais misteriosa, que vai tentar seduzi-la com o maravilhoso,o inquietante e o assustador. (Fonte:Internet) 

2 comentários:

  1. Tia gilda mae do Xande30 de outubro de 2009 20:48

    Oi Regina
    Acabei de ser apresentada ao seu blog pelo seu filho, que está aqui do meu lado. Vou ler com calma e te mando comentários
    Tia Gilda, mae Xande

    ResponderExcluir
  2. Ei Gilda
    Que delícia reencontrá-la aqui...Tem de tudo um pouco, mas se quiser dar boas risadas vá no marcador computador, mudanças corporais e não deixe de me contar o que achou e não desapareça, ok? Quando é que vc, Xande vão dar o ar da graça aqui em bh? Vou adorar recebê-los. Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget